Make your own free website on Tripod.com
Enxurrada

As Enxurradas ocorrem quando uma quantidade substancial de água proveniente das chuvas torrenciais incidem sobre áreas propensas à percepção de seu registro. Em geral elas estariam elevando níveis de rios ou de córregos em regiões de bacias, mas o desmatamento e a ocupação populacional acabam interferindo nesta ação. Uma área de mata virgem, tem capacidade natural de absorver até 180 mm de água em uma hora, uma área que tenha mais de 20 anos de cultivo de soja/milho, geralmente tem capacidade de absorver apenas 8 mm/h.

O povoamento acaba realizando ações sobre o solo com a cobertura de sua camada em forma de "capa", fazendo com que este não consiga absorver quase nada. Deste modo, temos uma imensa bacia que será obrigada a direcionar a vazão das chuvas para as corredeiras que sempre são insuficientes para comportar este volume quando da incidência superior à 70 mm em poucas horas (cada mm representa um metro cúbico).

Nas cidades, as atividades pluviométricas superiores à 40 mm já são suficientes para provocar inundações regionalizadas. Quando uma região onde existiu um rio ou corredeira no passado, tiver sido povoada, ela estará propensa a perceber a descida das águas de áreas mais elevadas, que se avolumam na estreita faixa da antiga corredeira e dará origem à Enxurrada.

Ela prossegue com ação natural da lei gravitacional nas áreas de declínio do solo tendo deste modo, uma força maior quando proveniente de áreas montanhosas e menor para áreas de bacia. Não é raro ocorrerem enxurradas que pela sua força, consigam arrastar veículos, pessoas, animais e mobílias para as corredeiras e rios. Muitas vezes, quem for arrastado por uma enxurrada, poderá ser encontrado à quilômetros de distância do local de origem.

Uma das medidas necessárias para se evitar tragédias com a ocorrência de enxurradas, é não querer enfrentá-las ou imaginar que possa atravessar sua área de passagem, pois não se deve esquecer que da mesma maneira como as águas correm em velocidade significativa, elas também carregam objetos que podem se chocar contra os pés, ou as rodas (para quem pretender atravessar com bicicletas, motos, triciclos, ou mesmo veículos), fazendo com que se perca a estabilidade e principalmente a aderência ao solo, algo que é praticamente impossível na enxurrada.

A força de suas águas pode equivaler à dezenas de quilos, o que para corpos em movimento é a causa principal para a perda de equilíbrio.

O melhor a se fazer em caso de uma enxurrada, é permanecer no local e aguardar a sua passagem. À menos que esteja percebendo a elevação do nível das águas onde estiver pretendendo permanecer e neste caso a solução é procurar ficar nos lugares mais elevados, mas em geral a área de passagem de uma enxurrada é sempre em regiões de altitude superior à que se destina o volume, o que facilita a permanência.

Procurar sair enfrentando uma enxurrada é algo muito perigoso, mesmo para quem consiga sobreviver, uma vez que doenças quando do contato com a água destas chuvas é muito comum, dentre elas a leptospirose transmitida pela urina dos ratos.

Algumas enxurradas extremas ocorrem quando uma barreira ou comporta de uma hidrelétrica por exemplo sofre um rompimento, seja por uma falha de projeto, seja por acidentes ocasionados pela atividade sísmica. Estes casos muito raros já ocorreram na Europa, mas o Brasil pela sua topografia e situado em uma placa que não possui atrito com outras, que é a placa da América do Sul, não percebe problemas em suas hidrelétricas.

Em alguns casos, as Enxurradas ocorrem em áreas que nem chegam a perceber a incidência pluviométrica, porque estão na área de vazão do volume (área de corredeira). Isso porque a maior concentração de águas provenientes das chuvas precipita nas áreas mais elevadas.

Para regiões em que a ocupação populacional não é tão significante, a ocorrência das Enxurradas será fatal sempre que houver um período prolongado de chuvas, fazendo com que o solo ainda muito úmido, não tenha absorvido a água das chuvas e tenha uma condição "encharcada". Assim, a vazão será equivalente ao que se observa em áreas de asfalto, com a diferença de que acaba arrastando consigo uma camada expressiva de lama que acaba elevando seu volume e aumentando a intensidade da tragédia.

Quando está associada ao barro, é muito comum ocorrer também os desmoronamentos, algo que ocorre com a erosão nas áreas montanhosas.

Em caso de ocorrer em regiões mais frias, a enxurrada será ainda mais perigosa. A água fria acaba com a sensibilidade dos membros algo que dificultará cada vez mais a aplicação da força de quem estiver no meio da tragédia. O corpo ao ser resfriado deixa de obedecer aos estímulos cerebrais, o esforço físico é exaustivo, mas em poucos segundos uma pessoa acaba sendo levada pela enxurrada se ela tiver mais do que 60 cm. O nível de uma Enxurrada estabelece a sua força, sendo maior quanto mais alto for o seu nível, por razão de seu volume mais expressivo. O volume tem ligação direta com a velocidade e somam-se à força de suas águas.

VOLTAR