Make your own free website on Tripod.com
Furacão

Seu nome têm origem chinesa e significa "grandes ventos".

O fenômeno dos Furacões assim como uma Tempestade Tropical, possui a mesma origem, a mesma definição, variando de nome de acordo com a sua categoria. Por exemplo: uma massa de ar que recebe o golpe de outra massa maior (geralmente este efeito provém das massas de ar sobre os Oceanos como o Atlântico Norte, Golfo do México, Atlântico Sul, Pacífico Norte e Índico Norte), pode dar origem a um Redemoinho, se este volume for mais intenso, dará origem a uma Tempestade Tropical, se ela evoluir para um volume maior de sua massa atingindo uma altitude maior tanto quanto maior diâmetro de sua forma, ela acaba se convertendo em um Tornado, se este vier a se desenvolver ainda mais, pode ser considerado um Furacão e se ele tiver uma área de abrangência superior a um Estado inteiro como o Texas nos EUA por exemplo ou áreas até maiores (já houve registros de Ciclones com tamanho praticamente equivalente ao do território brasileiro sobre o Atlãntico Norte), ele já pode ser considerado um Ciclone.

Nos últimos anos convencionou-se fazer uso da denominação Furacão para as tempestades ocorridas com velocidade acima da categoria F-2 até F-4 formadas sobre os Oceanos Atlântico Norte ou Pacífico Norte. As tormentas com capacidade e volume consideradas na categoria F-5 são chamadas de Ciclone no Ocidente e de Tufão no Oriente.

Observe as diferentes maneiras de se classificar um furacão:

 

Escala Saffir Simpson:

Categoria:
Intensidade
Velocidade em km/h
Ondas no litoral atingido
Pressão em milibar
Exemplo:
F-1
mínima
118-152
1,3 a 1,7
até 980
Agnes 1972
F-2
moderada
153-178
1,8 a 2,9
965 a 979
David 1979
F-3
extensa
179-210
3,0 a 4,0
945 a 964
Hilda 1955
F-4
extrema
211-250
4,1 a 6,0
920 a 944
Andrew 1992
F-5
catastrófica
acima de 250
acima de 6,0
menor que 920
Camille 1969

 

Ciclones Tropicais:

Categoria
velocidade em km/h
velocidade em nós
Depressão Tropical
menor que 62
menor que 33
Tormenta Tropical
63 a 117
34 a 63
Furacão F-1
118 a 152
64 a 83
Furacão F-2
153 a 178
84 a 96
Furacão F-3
197 a 210
97 a 113
Furacão F-4
211 a 250
114 a 135
Furacão F-5
acima de 250
acima de 136

 

Escala Beaufort:

Força:
Designação:
Velocidade em:
Influência sobre:
m/s
nós
km/h
o mar:
em terra:
ondas em metro:
0
calma
0 a 0,5
0 a 1
0 a 1
águas espelhadas
a fumaça sobe verticalmente
0
1
bafagem
0,6 a 1,7
2 a 3
2 a 6
Mar encrespado com pequenas rugas semelhantes à escamas, ondas sem crista
a direção da bafagem é indicada pela fumaça, catavento não gira
0,10
2
aragem
1,8 a 3,3
4 a 6
7 a 12
Ligeiras ondulações de 30 cm (1 pé), pequena crista aparente
sente-se o vento no rosto, folhas das árvores se movimentam, catavento começa a girar
0,1 a 0,5
3
fraco
3,4 a 5,2
7 a 10
13 a 18
Ondulações maiores, crista começa a quebrar (carneiros)
folhas das árvores se mexem, bandeiras se extendem.
0,5 a 0,8
4
moderado
5,3 a 7,4
11 a 16
19 a 26
Vários carneiros, ondas com crista branca e espumosa
poeira e pequenos papéis soltos voam, pequenos galhos de árvores se curvam
0,9 a 1,25
5
fresco
7,5 a 9,8
17 a 21
27 a 35
muitos carneiros, alguns "borrifos", muita espuma branca e barulho
balanço das pequenas árvores, lagos ondulam, muito agito das bandeiras
1,3 a 2,5
6
muito fresco
9,9 a 12,4
22 a 27
36 a 44
cristas brancas extensas, borrifos, grandes vagas
assobios na fiação aérea, agito dos grandes galhos dificuldade no uso do guarda-chuva
2,5 a 4
7
forte
12,5 a 15,2
28 a 33
45 a 54
Mar grosso, ruído forte, espuma branca de arrebentação
movimento das grandes árvores, dificuldade em andar contra o vento
4 a 6
8
muito forte
15,3 a 18,2
34 a 40
55 a 65
crista das ondas se quebram, vagalhões regulares de 6 a 7,5 m de altura, com faixas de espuma branca e franca arrebentação.
galhos de árvores se quebram, árvores inteiras se movimentam, dificuldade maior em andar contra o vento
6 a 8
9
duro
18,3 a 21,5
41 a 47
66 a 77
Mar muito agitado, densa espuma branca, o mar rola, borrifos dificultam a visibilidade
danos nas partes salientes das árvores, impossível andar contra o vento, casas destelhadas
8 a 10
10
muito duro
21,6 a 25,1
48 a 55
78 a 90
Mar muito branco e agitado, o vento arranca faixas de espuma, muito barulho, visibilidade piorada
arranca árvores, danifica estruturas de prédios
10 a 12
11
tempestuoso
26,2 a 29
56 a 65
91 a 104
Vagalhões excepcionalmente grandes, de até 13,5 m. A visibilidade é muito afetada. Navios de tamanho médio somem no cavado das vagas.
danos generealizados em árvores e construções
12 a 14
12
furacão
30 a ....
66 a ....
105 a ..
Mar inteiramente branco, lançando jatos de água, visibilidade nula, respingos saturam o ar
prejuízos graves e generalizados
acima de14

 

Escala Fujita:

Categoria:
velocidade em km/h:
denominação:
danos observados:
F-0
>116
Leve
Placas de painéis danificados; galhos quebrados
F-1
116-180
Moderado
Quebra de árvores e janelas
F-2
181-253
Considerável
Árvores arrancadas, pequenas construções derrubadas
F-3
254-332
Severo
Casas estruturadas c/ danificações consideráveis; trens descarrilhados
F-4
333-419
Devastadores
Casas bem estruturadas são derrubadas, veículos removidos ou tombados
F-5
420-510
Incrível
veículos lançados à distância; casas e prédios demolidos
F-6
510 >
Inconcebível
Danos inimagináveis
VOLTAR