Make your own free website on Tripod.com
ocorrência
data
localidade
vítimas fatais
comentário
         
fenômeno 01/1992 SC: Florianópolis, Palhoça e S. José   Grande Florianópolis é alagada principalmente nas ciddades de Palhoça e S. José além da capital catarinense, com média de 30 cm de altura para toda a região
fenômeno 01/1992 SP: litoral paulista, Cubatão, Ubatuba, Caraguá, S. Sebastião, Ilha Bela, S. Vicente, Santos, Guarujá   Cubatão é a cidade mais atingida, queda de barreiras são registradas nas rodovias Anchieta e Imigrantes, queda de barreia na rodovia Pde. Manoel da Nóbrega no km 70. Via Anchieta registra queda de barreiras nos kms 45, 46, 47 sentido descida, 46 e 53 sentido subida.
parcial 02/1994 SP: Capital, ABC paulista, Santos s/ registros Capital Paulista enfrenta inundações em vários pontos da cidade, o Grande ABC enfrenta desmoronamentos em várias de suas cidades, é a maior chuva dos últimos 35 anos na cidade de Santos.
parcial 03/1994 SP: Franco da Rocha 260 desabrigados Zona Norte e Oeste da Capital.
fenômeno 12/1995 RS: Camaquã, Cerro Gde do Sul, Maquiné    
fenômeno 12/1995 SC: Grande Florianópolis, Timbé do Sul, Jacinto Machado, Araranguá, Maracajá 27 vítimas fatais mais de 6.000 desabrigados na cidade. Entre as cidades de Araranguá e Maracajá, as águas chegam a alcançar 1,5 m no asfalto da rodovia.
fenômeno 12/1995 PR:    
fenômeno 1995 SP    
fenômeno 12/1995 MG: Grande Belo Horizonte, Betim, Vespasiano, Pde. Paraíso, Ibirité, Raposos, Pde Leopoldo, Ribeirão das Neves, Sta. Luzia, Nova Lima, Cataguases, Alvinópolis, Conselheiro Lafaiete acima de 10 vítimas fatais mais de 10 casas destruídas pela força das águas. A Rodovia BR 381 cede em 3 trechos entre Belo Horizonte e São Paulo. Pde. Paraíso decreta situação de emergência, Ribeirão das Neves decreta calamidade pública.
fenômeno 12/1995 MS: Coxim   decretada situação de emergência na cidade de Coxim.
fenômeno 01/1996 SP: Bauru, S. J. do Rio Preto, Sumaré, S. J. dos Campos, Lorena, Hortolândia, Ibirá, Capivari, Sorocaba, Salto, Campinas, S. Sebastião, Jaú Caraguá, Ubatuba, Santos, Capital paulista, Itapevi, Francisco da Rocha, Campo Limpo Paulista, Biritiba Mirim, Santo André, Diadema, R.G. da Serra, Francisco Morato, Piratininga, Catanduva, Nova Odessa, Piracicaba   Bauru decreta situação de emergência; a rodovia SP 50 registra nove quedas de barreira; a rodovia Régis Bitencourt no km 519 registra alagamento e impede o tráfego, o mesmo ocorre na Rodovia D. Pedro I no km 136
fenômeno 01/1997 PR: Maria Helena, Nova Olímpia, Jaguariaíva, Jataizinho, Tomazinha, Adrianópolis, Piraí do Sul, Castro, Porto Rico, Querencia do Norte, S. P. do Paraná, Vila Alta, Curitiba e Morretes 7 mortes registradas no Estado até o final do mês Houve queda da rodovia BR 480, alagamento da rodovia BR 272 próximo à Tomazinha, excetuando-se as duas primeiras cidades e as duas últimas, todas as demais decretaram situação de emergência. Milhares de desabrigados em todo o Estado. Na cidade de Castro houve o transbordamento do rio Iapó, na cidade de P. Rico, o rio Paraná subiu 5 metros acima de seu nível.
fenômeno 01/1997 SP: Capital paulista, Franca; Sta. Izabel, Campinas, Biritiba Mirim, Caçapava, S. J. dos Campos, Areias, Fco. Morato, Agudos, Ferraz de Vasconcelos, Itaguá, Poá, Guareí, R.G. da Serra, Itapirapuá Paulista, Ribeira, Registro, Eldorado, Sete Barras, Guapiara, Iporanga, Apiaí, Guarulhos, São Caetano, Iguape. acima de 30 pessoas em todo o Estado até o final do mês

Os deslizamentos foram registrados em Sta. Izabel, Ferraz de Vasconcelos, Itaguá, Poá, R.G. da Serra, Ribeira; a cidade de Campinas teve registro de enxurrada causando 3 vítimas fatais e um ferido; todas as demais cidades registraram inundação com agravamentos que induziram ao estado de calamidade pública ou situação de emergência. Os índices pluviométricos registrados alcançaram níveis superiores à 450 mm em menos de quinze dias. Até o final do mês são 27 as cidades mais atingidas. A capital registra inundações na zona Leste, Bairro do Limão, Centro da Capital e Grande ABC, Guarulhos também sofre com as inundações. No dia 24 são registrados 4 desabamentos na Capital. Situação grave também em Iguape causada pela enchente local.

Índices pluviométricos registrados até o dia 25:

cidade...... valor registrado no mês.......... média do mês

Iporanga ..........226.................................178,5

Juquiá...............249..................................124,6

Registro............230...................................181

Eldorado...........234...................................165,4

Sete Barras........225...................................177

fenômeno 01/1997 RJ: Oito cidades em estado de calamidade pública    
fenômeno
01/1997
MG Itaóca, Ouro Preto, Belo Horizonte, Betim, Jeceaba, Antônio Carlos, Biguaçu, São José, S. P. de Alcântara; Palhoça.
82
extensa área do território mineiro principalmente nas imediações da capital e proximidades com RJ e SP. Diversas cidades atingidas não foram catalogadas em virtude dos efeitos menos expressivos de destruição, ainda assim, são 179 municípios até o dia 08 do mês com mais de 35.000 desabrigados.
fenômeno 10/1997 RS: Oeste do Estado é atingido em 92 municípios 13 mil desabrigados  
         
fenômeno 01/2000 SP: Campos do Jordão, Mogi Guaçu, Queluz, Cruzeiro, Aparecida, Lavrinhas, Grande ABC Paulista
17 vítimas registradas
15 sofreram soterramento em Campos do Jordão com um deslizamento de terra, 450 ficaram desalojados na mesma cidade; 2.242 desabrigados em Queluz e cerca de 3.000 em Cruzeiro. O ABC é atingido por um forte temporal que agrava a situação caótica na região, em razão das chuvas que não param. No dia 13, três pessoas morreram no ABC e uma na Capital do Estado. No dia seguinte, SP registra na capital em 3:30 hs mais chuva do que toda a média do mês de Janeiro, alagando entre outras regiões, o Brooklin na Capital paulista. O Vale do Paraíba registra forte inundação
fenômeno 01/2000 RJ: Itaguaí, Petrópolis, Volta Redonda, Teresópolis, Barra Mansa, Mendes, Itajubá, Resende
37 vítimas fatais
Deslizamentos de terra registrados em Petrópolis (maior registro de vítimas e desabrigados), Teresópolis e Volta Redonda. Desmoronamentos de terra interditam a rodovia Régis Bitencourt. Dezoito cidades são atingidas nas proximidades do rio Paraíba do Sul, entre Pouso Alegre e Volta Redonda. Doze vítimas registradas próximo à Resende.
fenômeno 01/2000 MG: Pouso Alegre, Itanhandu, Itamonte, Sta. Rita do Sapucaí, S. Lourenço, Congonhal, Seritinga, Poços de Caldas
2 vítimas registradas
As enchentes que atingem o Estado, prejudicam também a capital do Estado. O número de desabrigados no Estado já na primeira semana do mês, era de 72 mil.
fenômeno 03/2000 SP: Litoral Norte do Estado    
fenômeno 08/2000 AL:    
fenômeno 08/2000 PE: Recife 16 alagamento agravado da capital do Estado e arredores
fenômeno 08/2000 PB:    
fenômeno 08/2000 RN    
fenômeno 10/2001 RS: Camargo, Soledade, Serafina Correa, Paim Filho, Lajeado, Getúlio Vargas, Tapera, Casca, Tio Hugo  

É o primeiro Estado a ser atingido pelo fenômeno no território brasileiro neste período cíclico. Sua situação serve de prenúncio imediato para a ocorrência nos demais Estados da região. Tanto quanto Santa Catarina, o Rio Grande do Sul também chega a apresentar cidades ao Oeste do Estado com problemas de estiagem local.

fenômeno 10/2001 SC: Major Gercino, Trombudo Central, Lajes, Cel. Freitas, Águas Frias, Lajeado Grande, Nova Erechim, Indaial, Nova Trento, Rio do Sul, Rio Rufino, S. J. Batista, S. Boiteux, Vidal Ramos, Palma Sola, Blumenau, Lontras, Correia Pinto, Morro Grande, Sombrio, Tijucas, Dona Ema, Rancho Queimado, Braço do Norte, Palhoça, Timbó, Jacinto Machado   O Estado registra chuvas torrenciais por mais de uma semana consecutiva. A imensa massa de ar frio se apresenta estacionada sobre toda a região Sul do Brasil, castigando todos os Estados, curiosamente, algumas cidades da região Oeste chegam a sofrer com uma forte estiagem local.
fenômeno 10/2001 PR: Ramilândia, Matelândia, Céu Azul, Bela Vista da Caroba    
fenômeno 12/2001 RJ: Petrópolis, Duque de Caxias, Rio de Janeiro, Niterói, Paracambi 43 Deslizamentos de terra em Petrópolis, Duque de Caxias e Rio de Janeiro
fenômeno 01/2002 Centro histórico de Goiás s/ registros danos no patrimônio histórico recém tombado
parcial 02/2002 Ribeirão Preto - SP s/ registros  
fenômeno 09/2002 SP: Capital   temporal afeta a capital paulista com inundações no Centro da cidade
parcial 02/2003 SP: Campinas s/ registros