Make your own free website on Tripod.com
América do Sul

A América do Sul apresenta seu relevo com definição de uma cadeia montanhosa na costa ocidental, alinhada e contínua desde a extremidade sul até o seu encontro com a América Central, onde continua e dará continuidade com as cadeias montanhosas da Serra Madre Ocidental, Serra Madre Oriental, Serra Nevada e Montanhas Rochosas na América do Norte.

Esta cadeia de montanhas na América do Sul, é denominada Cadeia dos Andes e possui elevação média de suas montanhas em torno de 3.000 metros, com extensão de 7.500 km desde a Venezuela até a Terra do Fogo no Chile, extremo sul do continente. Trata-se da mais longa cordilheira existente no planeta, alternando a forma das suas montanhas ao longo de sua extensão.

No Equador possui três vulcões principais Tolima, Chimborazo e Cotopaxi, existindo uma densa floresta nas montanhas desta região.

Na Colômbia e Venezuela, possui os maiores poços de petróleo das montanhas. Também na Colômbia são encontradas esmeraldas, enquanto que no Chile existem minas de cobre, prata e ferro. Peru e Bolívia possuem minas de estanho.

Grande parte destas montanhas possui elevação superior a 4.000 metros e até 6.962 metros do Aconcágua na Argentina.

Tem característica enquanto barreira montanhosa por dificultar a penetração da massa de ar frio proveniente do Pacífico Sul para o continente. Esta condição impede que seja formado um corredor semelhante ao que existe na América do Norte, onde se formam os tornados.

No entanto, em razão de uma instabilidade que se desenvolveu no oceano Pacífico nos últimos anos, percebemos o desenvolvimento de massas de ar frio passando pelo sul da cordilheira e penetrando no continente, atingindo com certa frequência os Estados do Sul e Sudeste do Brasil ocasionando o desenvolvimento dos tornados (ver levantamentos/tempestades).

VOLTAR